quarta-feira, 20 de junho de 2007

Galáxia de Gutenberg, no Primeira Fonte

É um espaço criado para dialogar com a leitora e o leitor do Primeira Fonte wwww.primeirafonte.com.br sobre livros que abordem, de qualquer ângulo ou disciplina, a cultura letrada moderna, um mundo que magistralmente McLuhan batizou de Galáxia de Gutenberg, e que se pode identificar também como a Cultura do Impresso. Isto incluirá falar de escrituras, leituras, leitores, editoras, livrarias e tudo o mais que compõe esse universo, ou melhor, essa galáxia, construída a partir da invenção da tecnologia de fabricação de tipos móveis de metal, em meados do século XV, por Johann Gensfleisch, dito, Gutenberg, de Mainz (Mogúncia), na Alemanha.

Gutenberg era um artesão de ligas metálicas que, com muito engenho e arte, além de pertinácia e empréstimos de financistas da época, conseguiu chegar à invenção da tipografia, então chamada escrita mecânica (feita sem o concurso da mão), recentemente, considerada a invenção mais influente dos últimos mil anos da história da Humanidade.

Para Herbert Marshall McLuhan a tecnologia da imprensa foi a base para a construção do mundo moderno. O título deste espaço é homenagem ao irreverente, iluminado e inovador comunicólogo canadense falecido no último dia do ano 1980, aos 69 anos.

Leia mais:
http://primeirafonte.com/index.php?option=com_content&task=archivecategory&id=48&Itemid=62

Um comentário:

esther maria disse...

caro anibal,

obrigada por colaborar com o primeira fonte ponto com. e confesso-me feliz com seu texto e sua chamada em "ler, escrever e contar.

ana laura e fal compartilham dos mesmos sentimentos.

um grande abraço


esther