quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Conhece Felisberto de Carvalho?







Reprodução das capas de volumes da série Meu Livro de Leitura pertencentes ao acervo FA do Núlceo de Pesquisa sobre Livro e História Editorial no Brasil - LIHED/UFF, e a reprodução da foto do Prof. Felisberto de Carvalho, extraída do livro de Lacerda Nogueira, A mais antiga Escola Normal do Brasil (1835-1935), Niterói, 1938.

Gilberto Freyre, em sua obra Ordem e Progresso, 2 v., publicada pela José Olympio, em 1959, na qual apresenta o "processo de desintegração das sociedades patriarcal e semipatriarcal do Brasil sob o regime de trabalho livre", na transição da Monarquia para a República, afirma que os livros de Felisberto de Carvalho foram "verdadeiramente nacionais, na época em apreço, como livros escolares ou didáticos concorrendo de modo nada desprezível para a unidade brasileira de sentimento" (p. 191).

Luís Antônio Pimentel, no livro Eles nasceram em Niterói, incluído na Enciclopédia de Niterói, vol. 1 de suas Obras Reunidas, organizadas por este neoblogueiro, edição da Niterói Livros, de 2004, no verbete de Felisberto de Carvalho, afirma que "seus livros foram adotados em todo o Brasil durante decênios" e que "em 1950, ano de centenário de seu nascimento, todo o país, principalmente a imprensa, comemorou o acontecimento, exaltando as virtudes do mestre de tantas gerações" (p. 76).

Felisberto de Carvalho nasceu em Niterói, na Rua São Lourenço, em 9 de agosto de 1850, e faleceu no Rio de Janeiro em 18 de outubro de 1898. Foi jornalista, músico, professor e autor de livros didáticos que deixaram marcas na memória nacional.

Seu nome identifica, além de uma Escola Estadual em Niterói, uma honraria criada pela Câmara Municipal que distingue nomes que atuam na área educacional. Este neoblogueiro foi distinguido com a Medalha Professor Felisberto de Carvalho, por proposta do Vereador André Diniz, e a estará recebendo no próximo dia 20, quinta-feira, às 18 h., no Plenário Brígido Tinoco. daquela Câmara, na Av. Amaral Peixoto, 625, Niterói, com a presença dos amigos e a entrada franca. Na oportunidade fará breve palestra sobre o patrono da Medalha.

Saiba um pouco mais da trajetória deste neoblogueiro lendo a biografia publicado por Luís Antônio Pimentel no jornal A Tribuna, de 22 de agosto de 2007. Acesse o Arquivo do Grupo Cultura Letrada http://groups.google.com/group/cultura-letrada .



20 comentários:

Gracinda Rosa disse...

Anibal
Terminei meu curso primário no ano de 1944,sem ter conhecido os livros de leitura do Felisberto de Carvalho. Sabia que ele era nome de escola, mas só com a página que você escreveu sobre ele estou podendo entender o seu mérito e a sua contribuição para a educação das crianças. Tem sido muito bom ler o seu blog.
Mais uma vez lhe mando os parabéns pela medalha que lhe foi conferida.
Abraços da Gracinda

Jorge Wilson disse...

Tenho uma imensa saudade de quando minha mãe, se orgulhava quando eu já conseguía ler um destes livros, em 1963, no meu 1º ano escolar. Eu lia: 'Ó javáli fica furióssó'.
Gostava muito de ter um livro destes.

Aníbal Bragança disse...

Prezado Jorge Wilson,
obrigado pela sua participação. Os livros de Felisberto de Carvalho não são fáceis de encontrar. Mas, sempre que se visita um sebo, tudo pode acontecer, inclusive deparar-se com um deles.
Sugiro que visite o sítio Estante virtual, onde às vezes aparecem:
http://www.estantevirtual.com.br .
Torço para que os encontre. Em breve, este ano ainda, esses livros digitalizados estarão disponíveis no sítio do LIHED. Aliás, creio mesmo que já existem na rede, digitalizados. Vale procurar na Internet.
Cordialmente,
Aníbal Bragança

Anônimo disse...

Hoje foi a primeira vez que ouvi falar em Felisberto de Carvalho, o avô de um amigo disse que aprendeu a ler em cartilha e quando seu pai viu aquele feito, comprou seu primeiro livro de Felisberto de Carvalho. Fiquei muito curiosa e encontrei este blog. Muito obrigada pelas informações! Carla Nilce

MARLY disse...

"Conhecer" Felisberto de Carvalho é uma grande honra, vez que ele se constituiu no primeiro professor do meu pai.
Hoje, celebrando seus 90 anos, professor aposentado da UFRN, meu pai - Prof. Manoel Firmino de Medeiros - relembra com orgulho as primeiras lições ensinadas por sua mãe, tendo nas mãos as Cartilhas desse Professor. Estamos todos orgulhosos e sensibilizados!!! Jamais imaginamos encontrar esse Mestre por aqui.

Inajá Martins de Almeida disse...

Olá Prof. Anibal
Que riqueza o texto que o senhor nos brinda neste espaço.
Não me contive e me apropriei das informações para postar em meu blog http://retalhosdeleituras.blogspot.com/
Sem dúvida é uma forma de agradecer-lhe. / Inajá

eliane vieira disse...

queria comprar o segundo livro de felisberto de carvalho e não sei como.

Aníbal Bragança disse...

Eliane,
os livros de Felisberto de Carvalho às vezes aparecem para venda na Estante Virtual www.estantevirtual.com.br, no site do Mercado Livre ou, com sorte, em algum sebo. Ter persistência é fundamental.
Abraço,
Aníbal Bragança

Duarte disse...

SEMPRE OUVI MEU PAI FALAR DESTE TAL DE FESLISBERTO DE CARVALHO.
ELE TEM 70 ANOS E TEM UM SONHO, QUE É DE ADQUIRIR PELO MENOS O PRIMEIRO LIVRO DO FELISBERTO DE CARVALHO.
DIA 18 DE SETEMBRO ELE COMPLETARÁ 71 ANOS, E EU COMO UM FILHO QUE AMA MUITO SEU PAI, GOSTARIA DE REALIZAR ESSE SONHO DELE.
SE O SR. SOUBER, ME INDIQUE UM LUGAR PARA ENCONTRAR ESSE LIVRO.
UM ABRAÇO.

Aníbal Bragança disse...

Sr. Duarte,
Felisberto de Carvalho foi um dos maiores educadores brasileiros. Seus livros hoje são escassos. Sugiro que acesse a Estante Virtual www.estantevirtual.com.br . Lá é possível encontrar o que deseja.
Cordialmente,
Aníbal Bragança

Lucas Tosoli disse...

Sr. Anibal,
Boa Tarde. Meu nome é Lucas, tenho 13 anos e moro no ES. Estou desenvolvendo um trabalho autobiografico para minha escola. Sou decendente direto do Profº Felisberto de Carvaho (ele é pai do meu tetravô) e fiquei muito feliz de conhecer seu trabalho sobre ele. Se possivel, gostaria de saber casos e situações pitorescas que me ajudem a ilustrar meu projeto.
Por favor me corresponda atravez do email "luquinhastosoli@gmail.com".
Muito obrigado pela atenção, gostaria que me respondesse com certa urgência, pois tenho que entregar meu trabalho até o começode novembro.
Abraços,
Lucas Tosoli de Souza

Gloria Ferreira disse...

Muito interessante seu artigo Aníbal. N minha infância li muitas histórias de Felisberto de Carvalho, pois meu pai possuía alguns de seus livros e os utilizou na escola primária. Hoje ainda tenho estes livros e os guardo como um tesouro: não os vendo, não os empresto e nem os dou. As histórias ali contidas e as ilustrações são super interessantes!!!!
Gloria Ferreira

felisberto disse...

Fiquei muito satisfeito em saber quem foi este escritor maravilhoso. Parabéns pelo seu blog. Só assim pude curtir muito o meu nome.

Marília Kitzinger disse...

Prezado Aníbal, meu nome é Marília e sou bisneta do Felisberto de Carvalho. Minha avó, Maria Augusta Mourão de Carvalho, era uma de suas filhas. Fico feliz em saber que sou descendente de um homem tão inteligente, educado e decente.
Abraços,
Marília Corrêa Kitzinger

Anônimo disse...

ME SINTO FELIZ EM TER COMIGO UM EXEMPLAR DO LIVRO:MEU PRIMEIRO LIVRO DE LEITURA QUE MINHA MÃE ESTUDOU EM 1939, E COM ELA FOI ALFABETIZADA.ESSE LLIVRO FAZ PARTE DA HISTÓRIA DE NOSSA FAMILIA.

Joelia Rangel disse...

Que saudade! Fui alfabetizada pela minha saudosa mãe com o primeiro e segundo livro de Felisberto de Carvalho. Como gostaria de tê-los! É uma pena que o nosso país não se preocupe com o nosso passado e nenhuma editora se interesse em fazer exemplares dos livros de Felisberto de Carvalho.

Joélia Rangel disse...

Que saudade! Fui alfabetizada pela minha saudosa mãe com o primeiro e segundo livro de Felisberto de Carvalho. Como gostaria de tê-los! É uma pena que o nosso país não se preocupe com o nosso passado e nenhuma editora se interesse em fazer exemplares dos livros de Felisberto de Carvalho. Gostaria muito de mostra aos meus alunos, e aos meus filhos e netos.

eliane disse...

Obrigado pela atençao ainda estou tentando

ssaliel.figuera disse...

MEU NOME É SALIEL fIGUEIRA, hascido em 1924, na localidade de Serro Frio, sertão do Município de MACAÉ/RJ, Apésar de a região ser totalmente desprovida de qualquer instituiçao de ensinom meu pai junto com dois ou tres moradores, providenciou um "Mestre Escola" para ensinar as primeiras letras à garotada. Eu então com 7 anos de idade fui matriculado, pórem não havia descuido do meu pai que, tendo pauperrimamente sido alfabetizado pelo meu av^, portugues de nascimento, nessa minha primeira matrícula já lia textos. Ao ser apresentado ao Prof. AVELINO, esse era onome dele, levei uma pequena publicação antiga de cunho religioso e procedí a leitura. O professor certificando-se procurou outros trechos e eu lí. Daí fui encaminhado paras uma classe com alunos de meu nivel, levando de PRESENTE, O PRIMEIRO LIVRO DE LETURAS de FELISBERTO DE CARVALHO. Era eu de tenra idade, não aproveitei como deveria o conteudo, porem, nunca esquecí do nme e da importância d'aquele momento em minha vida. Agradeço PENHORADAMENTE a existência deste blog que dá vida aos intectuais do passado. Esse nome, "FELISBETO DE CARVALHO' FICOU EM MINHA MEMÓRIA E SEMPRE A REPITO AOS MEUS FILHOS, SÓ AGORA PRESTE A COMPLETAR MEUS 90 ANOS, encontrei relatos sobre o autor do meu primeiro livro que póssuí, embora não tenha dado o devido valor ao mesmo. SOU SINCERAMENTE GRATO, TAMBÉM AO MEU FILHO MARCO ANTÔNIO, que encontrando o assunto do qual sabía que era do meu interece, passou para mim. GRATO A TODOS que deram-me forças que melevaram ao passado bem remoto.

Anônimo disse...

Ola, tenho 2 exemplares dos livros supracitados o 1° primeiro: Livro de leitura Autor: Felisberto de Carvalho edição 62º Ano 1912 Editora Alves & C, e o
2º Segundo Livro de leitura Autor Felisberto de Carvalho edição 49º Ano 1911 Editora Alves & C , ambos estão em bom estado, porem possuem algumas assinaturas e carimbos, pagina bem amareladas devido a ação do tempo ,se alguém tiver interesse, entre em contato: conrado431@hotmail.com à disposição, para negociação, envio de fotos e detalhes....